terça-feira, 15 de março de 2011

SAUDADE - Maria Lúcia Inocêncio Camargo


SAUDADE – Maria Lúcia Inocêncio Camargo.

Faço um esforço enorme para lembrar que você longe de mim está.
Mas não consigo!A dor que sinto é muito grande!
Apesar das lições que você me deixou é muito difícil viver sem você.
Sei que cada um tem um destino e o meu é ficar aqui por enquanto.
Nem mesmo no céu tem aparecido sua estrela,
Apesar deu saber que ela está no mesmo lugar.
Nos meus sonhos,conversamos passeamos,rimos,
Mas eu não posso viver dormindo.
Lembro o dia que você me perguntou se você se atirasse no rio o que eu faria.
Respondi:- não sei nadar, mas me atiraria tentando te salvar.
Você me disse, mas não pode. Você tem que continuar!
Ás vezes penso que você sabia e queria me alertar!
Outras acho que foi coincidência tudo o que você falou.
Só sei que a saudade dói. E cada dia que passa ,
Ela crava meu coração mais fundo!

domingo, 6 de março de 2011

MINHA HISTÓRIA - Betânia Uchôa


Minha História


Não serei uma mulher de época
De fatos passados, como um personagem de filme
Não ficarei taciturna em um canto escuro
Vendo a vida passar por meu olhos

Não serei uma criatura muda sem alegrias
Envelhecendo aos poucos, igual a móveis velhos,
Esperando o ultimo suspiro chegar
Não serei alguém sem esperanças, a vida me chama.

Não ficarei calada, ante uma injustiça
Não pedirei perdão, por ser contrária
A vida é tão rica, que me prende nela
E com ela, vou seguindo levando sopros e murmúrios

Levo alegria, levo sorrisos pela brisa, pelo vento
Não serei aquela que deixou o poder falar alto
Serei o presente, na forma de idéias
Serei vida, calor e eterno aprendizado

Serei dia, tarde e noite de luar
E da minha janela ocular, olharei as paisagens
e nelas gravarei apenas,
a minha História.

Betânia Uchôa


Ofereço este poema a todas a mulheres, que nascem e começam sua história em busca de um sentido a mais, que as faça se sentirem especiais, sendo uma simples mulher, uma mãe, uma amante, uma amiga, uma mulher de profissão...amada e valorizada em seu meio.

quarta-feira, 2 de março de 2011

SONHOS DE UMA MULHER DE PROGRAMA - Betânia Uchôa


Sonhos de uma mulher de programa
Betânia Uchoa

Eu vim para este mundo, esta vida
Com grandes planos de vida e não morte.
Pelo tempo vim, fortaleci e dei suporte,
E não para ser fraca ou de vida perdida.


Pela minha pele há uma grossa camada.
Sinais de luta e até os ares de rebeldia.
Não vim para ser solitária, alma fria
Pensei ser querida, sempre festejada.


Busquei algum conforto, ao anoitecer,
que amanhece, e me encontra refeita,
buscando o próximo para ser eleita.


Nada mais de sonhos para acontecer,
Tudo ficou distante, a realidade, o certo.
Amor nas esquinas, mas dentro sou deserto.

Uma mulher apaixonada pela vida!

Minha foto

Trabalhei no serviço público e quando me aposentei passei a fazer trabalhos manuais, poesias, artes plásticas e artesanato.Tenho um pequeno ateliê e sou muito ocupada Adoro viajar e fazer cursos.Sou blogueira com muito orgulho.Amo ajudar a cuidar dos meus netos.
Meu desejo é divulgar meu trabalho e conhecer pessoas.

Minha lista de blogs

Arquivo do blog

Loading...