quarta-feira, 14 de abril de 2010

ALI VAI O POETA - Jorge R G


ALI...VAI O POETA

Vivo momentos de passeio na mesma rua
por onde passa enorme a figura do poeta
leva um braço encolhido como quem escreve em folha nua
as palavras que eu digo de fascínio a minha neta
o cabelo pelos ombros liso prateado
o olhar longe a alma a oscilar entre o real e o abismo
alto forte passada firme do passeio enamorado
a resistir ao tempo da indiferença o comodismo
olha aquele senhor é um Poeta Leonor
e ela logo responde que Poeta rima com Planeta
sem saber que talvez na ternura e no amor
a rima escolhida por defeito ou por excesso não acerta
o poeta segue a ouvir de dentro do poema que medita
um sussurro de menina que rima criança com esperança
vai num êxtase suspenso em cada verso que acredita
na alma libertina que se agita enquanto avança
na rua onde passeio o sorriso lindo da minha neta
ninguém diria que entre caca de cão e lixo emana a poesia
sob o olhar inebriante dum homem que é poeta
a rua ganha estatuto nos aromas ocultos da maresia

autor: JRG

Nenhum comentário:

Uma mulher apaixonada pela vida!

Minha foto

Trabalhei no serviço público e quando me aposentei passei a fazer trabalhos manuais, poesias, artes plásticas e artesanato.Tenho um pequeno ateliê e sou muito ocupada Adoro viajar e fazer cursos.Sou blogueira com muito orgulho.Amo ajudar a cuidar dos meus netos.
Meu desejo é divulgar meu trabalho e conhecer pessoas.

Minha lista de blogs

Arquivo do blog

Loading...