sábado, 15 de novembro de 2008

Uma ousadia de uma iniciante.



Contrição



Eu não te mereci.

Eras bela e eras pura.

Havia na tua alma um secreto esplendor,

Misto de suavidade, emoção e ternura.

E essa luz era o amor!

Um dia, meigamente, amada peregrina,

Vieste pousar, sorrindo, o teu olhar no meu.

E havia no teu ser uma graça divina,

Um encanto imortal, que logo me prendeu.

Eu pude acreditar, quando chegaste, linda,

Para mim descerrando a mais clara manhã,

Que em tua luz feliz, que em tua luz infinda

Se me abria Canaã.

Perdoa, seu eu, que sou imperfeito, um momento

Ousei volver o olhar à tua perfeição,

Implorando um sorriso ao teu recolhimento,

Implorando um carinho à tua solidão.


Múcio Leão




E eu me abri inteiramente á tua pessoa.

E me senti linda, como uma manhã,

Te amei , mas não percebestes,

Te crês um ser muito imperfeito,

E preferistes a solidão.

Eu fui a Terra Prometida,

Mas tu me achastes tão perfeita,

Que tu não vistes o meu sorriso,

Ficastes só no sonho ,

Não me destes o carinho,

Que eu pura quiz te dar.

E hoje, a noite desceu...

Meu olhar não tem mais luz ,

E eu fiquei na solidão.

M.L.I.C.

Nenhum comentário:

Uma mulher apaixonada pela vida!

Minha foto

Trabalhei no serviço público e quando me aposentei passei a fazer trabalhos manuais, poesias, artes plásticas e artesanato.Tenho um pequeno ateliê e sou muito ocupada Adoro viajar e fazer cursos.Sou blogueira com muito orgulho.Amo ajudar a cuidar dos meus netos.
Meu desejo é divulgar meu trabalho e conhecer pessoas.

Minha lista de blogs

Arquivo do blog

Loading...