quinta-feira, 16 de abril de 2009

O ESCORREGADOR - Maria Lúcia Inocêncio Camargo


ESCORREGADOR
Maria Lúcia Inocêncio Camargo

Dedico este poema á pessoa especial que me fez recordar esse tempo, VOCÊ!



No jardim de infância,
brincávamos no parquinho
da escola ou da praça.

Brincadeiras de roda,
amarelinha,pique,
balancê,ponte-pensil,
brincadeiras de criança.

Era tão bom!
Brincávamos despreocupados,
Sem pensar no futuro,
Sem imaginar o que vinha.

No mar, pulavamos ondas,
Levavamos lambada
Das ondas que iam e vinham.

Brincávamos de peixinho,
Passa-anel,teatrinho.
Era muito bom!
Mas o que eu gostava mesmo
E me dava um certo medo,
Era de brincar no escorregador.

Naquele tempo não era de plástico,
Era de madeira e encerado .
Subiamos uma escada,
Sentavamos
E escorregavamos
Para os braços seguros
De nossa mãe.

Hoje,
O braço seguro
Que me acolhe
É o seu,
Meu namorado!

Nenhum comentário:

Uma mulher apaixonada pela vida!

Minha foto

Trabalhei no serviço público e quando me aposentei passei a fazer trabalhos manuais, poesias, artes plásticas e artesanato.Tenho um pequeno ateliê e sou muito ocupada Adoro viajar e fazer cursos.Sou blogueira com muito orgulho.Amo ajudar a cuidar dos meus netos.
Meu desejo é divulgar meu trabalho e conhecer pessoas.

Minha lista de blogs

Arquivo do blog

Loading...