sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Outra vez


Letra e música : Isolda

Você foi o maior dos meus casos

De todos os abraços

O que eu nunca esqueci

Você foi dos amores que eu tive

O mais complicado e o mais simples pra mim

Você foi o melhor dos meus erros

A mais estranha estória

Que alguém já escreveu

E é por essas e outras

Que a minha saudade faz lembrar

De tudo outra vez....

Você foi a mentira sincera

Brincadeira mais séria que me aconteceu

Você foi o caso mais antigo

E o amor mais amigo que me apareceu

Das lembranças que eu trago na vida

Você é a saudade que eu gosto de ter

Só assim sinto você bem perto de mim outra vez

Esqueci de tentar te esquecer

Resolvi te querer por querer

Decidi te lembrar quantas vezes

Eu tenha vontade sem nada a perder

Você foi toda a felicidade

Você foi a maldade que só me fez bem

Você foi o melhor dos meus planos

E o maior dos enganos que eu pude fazer

Das lembranças que eu trago na vida

Você é a saudade que eu gosto de ter

Só assim sinto você bem perto de mim outra vez


Amigos,

Hoje eu trouxe a Isolta, com sua música/poema eternizado na voz de um cantor de grande sucesso.

Mas a questão é : Você já amou assim?

Perdidamente, alucinadamente...esses amores que nos fazem fazer loucuras e viver de forma a tirar os pés do chão?

E se aconteceu com você e você com medo do futuro deixou escapar, sente falta?

se arrependeu?

Você já parou para se perguntar o porque de tudo ter se acabado?

Se é para ficar no presente, com o pensamento no passado, não seria melhor se arriscar e ir lutar pelo amor de sua vida?

Ou você ficará como está agora sozinho ou não.

Mas esse alguém que está com você hoje, merece essa atitude sua? estar com ela, mas o pensamento longe?

Sofrendo por algo que deixou para traz?


Essas perguntas foram feitas por minha amiga Alba .

Vou responder com minhas palavras e pensamentos.

Cada amor que vivemos é de uma forma .

Meu primeiro amor foi lindo, com muitos sonhos, muitos desejos, muito tesão, muita adrenalina.

Queimou tanto que virou cinzas...

O segundo foi um amor-amizade, aquele que um dia tem tesão, outro dia não tem.Era morno, por isso enjoou... e acabou.

O terceiro foi amor companhia, aquele que não tem beijo, só selinho,não tem tesão, só abraço, aquele que a pessoa está tão cansada de tudo, que não tem força prá nada, nem prá tentar...

Os três tiveram sua importância na minha vida, eu agradeço pois, eles chegaram no momento certo e me deram o que eu precisava no momento.

Hoje sei que o amor da juventude, eu perdi, da adolescencia ficou prá trás, da maturidade deixou

sua marca, pois foi um amor -companheiro, uma quase amizade.

Não sei se terei um amor na velhice , mas se tiver quero que seja sincero, amigo, companheiro,cúmplice e que me ame com a mesma intensidade que eu o amar.

Não mais aceitarei amor pela metade, quero um relacionamento saudável .

Quero reciprocidade, confiar e merecer a confiança desse companheiro.

Quero um amor que venha aberto, sem preconceitos.

Quero um amor que seja agulha, tome as decisões , saiba o que quer.

Quero um amor que me valorize e que não fique me perguntando nada sobre meu passado.

Quero um amor que quando diga, confie em mim, seja sincero.

Quero um amor, que me valorize como amante e que só tenha palavras lindas para mim , na hora do amor.

Quero um amor inteiro.

Nenhum comentário:

Uma mulher apaixonada pela vida!

Minha foto

Trabalhei no serviço público e quando me aposentei passei a fazer trabalhos manuais, poesias, artes plásticas e artesanato.Tenho um pequeno ateliê e sou muito ocupada Adoro viajar e fazer cursos.Sou blogueira com muito orgulho.Amo ajudar a cuidar dos meus netos.
Meu desejo é divulgar meu trabalho e conhecer pessoas.

Minha lista de blogs

Arquivo do blog

Loading...