sexta-feira, 4 de setembro de 2009

CORRENTES PARTIDAS - Betânia Uchoa


"Correntes Partidas"

Em cima de minhas lágrimas
Minha história se passou,
Não antes da mocidade,
Por que a infância se preservou,
E das muitas lembranças,
Um sorriso bastou.

A infância já se passou.
A minha mocidade, do brilho
Agora se perdeu...e a mulher,
Em correntes se prendeu...

O primeiro amor chegou.
Era primavera, verão...
Era uma flor em meu coração.
Me lancei nesta ilusão,
Pensando só na paixão...

E quando acordei,
Da insanidade vivida,
Vi o amor passar,
Como em uma corrida.
Onde o ganhador,
Chega primeiro na avenida.

Perdi minha alto estima,
Uma amiga verdadeira,
Parceira para qualquer viagem.
Hoje, sou vítima de minha insanidade...

Presa fácil das palavras,
Da voz mansa que antes amava.
Hoje estou em correntes,
Minhas dores nunca cicatrizam.
Onde está o meu amor?
O final de minha história vivida?

Para me soltar dessas amarras.
libertando minha alma sofredora,
choro a tristeza, choro a fraqueza,
choro o receio, choro a incerteza...

Tudo chorado, meu eu revelado..
Eu tenha força, certeza...
E quebre as correntes,
Nadando, livre, feliz...
Neste rio de lágrimas,
com as correntes partidas.

Betânia Uchôa

Publicado no Recanto das Letras em 04/08/2009
Código do texto: T1736011

Amigos, fiz este poema para uma amiga especial e muito querida. Compartilho com prazer.
Ótimo Final de semana.
Beijos e fiquem bem.

Betânia Uchôa

Nenhum comentário:

Uma mulher apaixonada pela vida!

Minha foto

Trabalhei no serviço público e quando me aposentei passei a fazer trabalhos manuais, poesias, artes plásticas e artesanato.Tenho um pequeno ateliê e sou muito ocupada Adoro viajar e fazer cursos.Sou blogueira com muito orgulho.Amo ajudar a cuidar dos meus netos.
Meu desejo é divulgar meu trabalho e conhecer pessoas.

Minha lista de blogs

Arquivo do blog

Loading...