terça-feira, 1 de setembro de 2009

POESIA DE MARISA ROSA CABRAL


Além da manhã
Se esconde o sol
As nuvens desiguais
Transformam o dia
Num desfazer constante
De chuva e frio
A calmaria cai
Em fina garoa
Contínua e silenciosa.
Você dorme quieto
E o silencio do teu
Dormir enche as ruas
Tua respiração suave
Embala as folhas e,
Inunda de perfume o ar.
De certo, sonhas meus sonhos,
Sublimados em nossa privacidade.
Somos dia e noite, sol e chuva...
O eterno duplo inconsciente
Contraditórios e complementares
Homem e mulher, parceiros
Eternos desse pequeno momento
Que achamos nós, no
Eterno movimento da vida.

(Marisa Rosa Cabral)

Nenhum comentário:

Uma mulher apaixonada pela vida!

Minha foto

Trabalhei no serviço público e quando me aposentei passei a fazer trabalhos manuais, poesias, artes plásticas e artesanato.Tenho um pequeno ateliê e sou muito ocupada Adoro viajar e fazer cursos.Sou blogueira com muito orgulho.Amo ajudar a cuidar dos meus netos.
Meu desejo é divulgar meu trabalho e conhecer pessoas.

Minha lista de blogs

Arquivo do blog

Loading...