sexta-feira, 4 de setembro de 2009

PREFEITOS DE CINCO MUNICIPIOS LANÇAM MOVIMENTO EM DEFESA DAS CACHOEIRAS



Prefeitos de cinco municípios lançam movimento em defesa das cachoeiras
Uma mobilização em defesa das cachoeiras da bacia do Rio do Peixe, ameaçadas pelo projeto de implantação de barragens de Centrais Geradoras Hidrelétricas (CGHs), foi lançada no último dia 21 de agosto pelos prefeitos dos municípios de Socorro, Pedra Bela, pelo lado paulista e Bueno Brandão, Munhoz, Senador Amaral, que pertencem a Minas Gerais. O movimento, denominado Frente Ampla do Sul de Minas e Leste Paulista em Prol do Projeto Cachoeiras Vivas, também é integrado por empresários da área turística e instituições ambientalistas e pretende criar uma mobilização em âmbito nacional, envolvendo associações de turismo, entidades não-governamentais e parlamentares, para barrar a implantação das CGHs em estâncias turísticas.

Durante a reunião em que se definiu a criação da frente, realizada no Parque dos Sonhos, foi apresentado um extenso relatório, elaborado por entidades ligadas à defesa do meio ambiente, que apontou os impactos da possível implantação das Centrais Geradoras Hidrelétricas – CGHs. Estima-se inicialmente que serão cinco usinas – três em território mineiro, no município de Bueno Brandão e duas do lado paulista, ambas em Socorro. O estudo apresentado revelou que esses projetos demandariam a construção de pequenas barragens que varreriam do mapa várias cachoeiras. Com isso, além dos efeitos negativos para o meio ambiente, as usinas afetariam drasticamente as atividades turísticas dos municípios, especialmente as relacionadas com a água.

O prefeito de Bueno Brandão Jair Asbar, indicado para presidir a Frente manifestou se contrário ao projeto das CGHs e sugeriu uma aliança das estâncias turísticas de Minas e São Paulo para lutar por uma legislação federal que impeça essas empreendimentos em cidades de interesse turístico. O prefeito Herculano Baião, da cidade mineira de Senador Amaral, foi ainda mais enfático e disse que é preciso “fechar a porteira e proteger o nosso bem mais precioso”. Herculano relatou ainda já vem promovendo ações de educação ambiental e de proteção dos mananciais no seu município.

A prefeita de Socorro Marisa de Souza Pinto Fontana também se manifestou contrária à implantação das usinas, postura que, inclusive, ela já havia manifestado às entidades ambientalistas do município. “Além das consequências negativas para turismo e meio ambiente, esses usinas podem trazer escassez de água até para os produtores rurais que se utilizam do rio para irrigação”, ponderou a prefeita Marisa.

A Frente Ampla do Sul de Minas e Leste Paulista tem com presidente Jair Asbar, prefeito de Bueno Brandão/MG; a vice-presidente é Marisa de Souza Pinto Fontana, prefeita de Socorro/SP; para segundo vice-presidente foi escolhido Herculano Baião, prefeito de Senado Amara/MG. São ainda como membros do grupo José Ronaldo Leme, prefeito de Pedra Bela/SP e Dorival Amâncio Fróes, prefeito de Munhoz/MG.

Nenhum comentário:

Uma mulher apaixonada pela vida!

Minha foto

Trabalhei no serviço público e quando me aposentei passei a fazer trabalhos manuais, poesias, artes plásticas e artesanato.Tenho um pequeno ateliê e sou muito ocupada Adoro viajar e fazer cursos.Sou blogueira com muito orgulho.Amo ajudar a cuidar dos meus netos.
Meu desejo é divulgar meu trabalho e conhecer pessoas.

Minha lista de blogs

Arquivo do blog

Loading...