quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Duas lindas poesias desse lindo poeta.


.
Lembranças
*
*
*
Jenario de Fátima
*
*
*
Quantas ...Quantas noites mal dormidas,
Vendo o deslizar das horas mortas,
Vagamos por imagens absortas
No silêncio da casa adormecida.
*
Quantas as lembranças produzidas,
Que tomam de assalto o vão das portas
E erguem um retrato em linhas tortas
Daquilo o que foram nossas vidas.
*
E neste emaranhado sempre tem
A dor d'uma lágrima sentida
Que recorda-nos a face de alguém.
*
Alguém, por quem a alma chora e sonha
E o abraço ao travesseiro é a saída
...Mesmo que as vezes lhe encharque a fronha!
*
--------------------------------------------------------------------------------
Pista falsa.
*
*
Ah! Quantas vezes nós andarilhamos!
Seguindo a rota de alguns leves passos.
Crendo que o amor que tanto buscamos,
Estejam ali em sinais tão escassos.
x
x
E quantas vezes nós nos encantamos
Com o mero acudir de alguns abraços,
E prontamente neles entregamos
A ânsia de deitar nossos cansaços.
x
x
Porque será que somos atraídos
Por algo assim que tão pouco realça?
Sei não!...é que andamos tão desiludidos,
x
x
Que nossa mente em desatino alça
Visões de alguns tesouros escondidos....
Mesmo sabendo que é uma pista falsa...
x
x
Jenario de Fátima

Nenhum comentário:

Uma mulher apaixonada pela vida!

Minha foto

Trabalhei no serviço público e quando me aposentei passei a fazer trabalhos manuais, poesias, artes plásticas e artesanato.Tenho um pequeno ateliê e sou muito ocupada Adoro viajar e fazer cursos.Sou blogueira com muito orgulho.Amo ajudar a cuidar dos meus netos.
Meu desejo é divulgar meu trabalho e conhecer pessoas.

Minha lista de blogs

Arquivo do blog

Loading...