sexta-feira, 2 de janeiro de 2009


Poema sensual, sem apelação...
Êxtase
.
Sinto sua mão se desvencilhar da minha
E percorrer minha nuca, meus cabelos,
E despudoradamente se engalfinha
Por entre as ondas crespas de meus pêlos.
.
Depois, minha mente clara adivinha
Os seus intentos e não quero contê-los.
Quando meu corpo em seu corpo se aninha,
Os meus sentidos, pareço perdê-los.
.
E somos somente volúpia, desejos,
Gemidos, sussurros, abraços e beijos,
Dois desmiolados, enquanto o amor se faz.
.
E os nossos líquidos, juntos, misturados,
Banham nossos corpos nus, entrelaçados...
Até que um novo dia amanheça em paz...
.
Jenário de Fátima
.
Agora veja a Belissima declamação no You Tube
.
http://www.youtube.com/watch?v=CzX3vQY6Ye4&feature=related

Nenhum comentário:

Uma mulher apaixonada pela vida!

Minha foto

Trabalhei no serviço público e quando me aposentei passei a fazer trabalhos manuais, poesias, artes plásticas e artesanato.Tenho um pequeno ateliê e sou muito ocupada Adoro viajar e fazer cursos.Sou blogueira com muito orgulho.Amo ajudar a cuidar dos meus netos.
Meu desejo é divulgar meu trabalho e conhecer pessoas.

Minha lista de blogs

Arquivo do blog

Loading...