quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

DUAS POESIAS DE MARIA LÚCIA INOCENCIO CAMARGO.


EU TENHO MUITA SORTE

Eu sou bafejada pela sorte
De ter um homem assim como você.
Ter ao menos em meu coração,
Como uma luz de esperança,
Como um farol para a vida.

Amar é muito bom,
apesar do medo
de não ser correspondida.
=====================================================================================



INCERTEZA

Talvez, seja o sol,
Talvez seja a chuva,
Talvez seja o campo,
Talvez o rio que passa...

Talvez a fumaça
do café que queima
e se espalha pela praça.

Talvez seja a serra,
Talvez a ordenha,
Talvez seja a gente,
Desta terra ordeira...

Talvez as cachoeiras
Tenham culpa, talvez...
Talvez seja o leite,
Entregue de casa em casa.
Talvez seja o cheiro
Do mato que foi cortado.
Talvez a culpa seja
Do céu estrelado.
Talvez a lua seja culpada,
Talvez!
Mas a verdade verdadeira,
É que talvez seja sua culpa
Eu estar tão apaixonada!

Maria Lúcia Inocêncio Camargo.

Nenhum comentário:

Uma mulher apaixonada pela vida!

Minha foto

Trabalhei no serviço público e quando me aposentei passei a fazer trabalhos manuais, poesias, artes plásticas e artesanato.Tenho um pequeno ateliê e sou muito ocupada Adoro viajar e fazer cursos.Sou blogueira com muito orgulho.Amo ajudar a cuidar dos meus netos.
Meu desejo é divulgar meu trabalho e conhecer pessoas.

Minha lista de blogs

Arquivo do blog

Loading...